Blog

Incertezas políticas exigem cautela dos investidores

Insegurança política e econômica exige melhor análise de risco.

Incertezas políticas exigem cautela dos investidores - AntecipeAqui
Publicado em 09/09/2018

As eleições e volatilidade cambial trouxeram a necessidade do investidor rever a carteira de aplicações. O cenário de incertezas pede por uma avaliação mais aprofundada dos riscos e certa moderação.

Ao investir, é preciso estar ciente de qual a sua tolerância em relações aos riscos oferecidos pelo mercado. A partir dessa informação será possível definir o seu perfil como investidor: conservador, moderado ou agressivo.  Assim, fica mais fácil escolher aplicações que atendam seus objetivos, respeitando suas características pessoais. 

Com o mercado cheio de mudanças, a carteira de investimentos de médio e longo prazo precisa de uma estratégia mais elaborada. A renda fixa tem se apresentado como uma boa opção, apesar da variação Selic (taxa básica de juros da economia que está em 6,5% ao ano desde o mês de março, menor patamar da história). Embora os ganhos não sejam alto, o importante é que não há perdas. Atualmente, o Tesouro Direto ainda oferece melhores retornos em comparação à poupança.

Para investidores com baixa tolerância ao sobe e desce do mercado, investimentos em renda variável, como ações, não são indicadas. A volatilidade continua até o segundo turno das eleições. O rumo da bolsa será ditado pelo candidato vencedor. Apesar disso, o investimento em ações pode ser mantido, dentro de uma carteira com perfil diversificado e com muita experiência e estudo do investidor.
 

Quer Fazer a Antecipação de Duplicatas 100% Digital? Faça o seu Pré-Cadastro

Fazer pré-cadastro

Dúvidas sobre FIDC e Factoring? Atendimento:

(62)3633-7653

Dúvidas sobre FIDC e Factoring? Atendimento:

Rua 09, nº 199, sala 11, Setor Central, Goiânia-GO. CEP: 74.013-040

Dúvidas? Clique aqui (62)99944-0438